medjugorjebrasil




Entrevistas
  • Voltar






17/12/12
17. AGITAÇÃO DOS JORNAIS E DA TELEVISÃO



17. AGITAÇÃO DOS JORNAIS E DA TELEVISÃO

 

Yanko -   Desde os primeiros dias, os jornais, tanto leigos, como religiosos, falaram bastante de vocês. Você foi muito entre­vistada?

Vicka -    Sim, sim.

Y.   Por qual jornal?

V.   Ele se chamava “Repórter”.

Y.   E o jornalista que a entrevistou como se chamava?

V.   Eu nunca soube seu nome.

Y.   Onde foi isso?

V.   Na casa paroquial.

Y.   Quanto tempo vocês conversaram?

V.   Mais de uma hora, acho.

Y.   Você ficou sozinha com ele?

V.   Não, eram dois e meu irmão Slavko estava comigo. Eles que­riam saber tudo: o que aconteceu? Como?

Y.   E o que você disse?

V.   Tudo o que soube responder. Eu teria preferido não ter feito isso, mas era preciso.

Y.   Você viu a entrevista no jornal?

V.   Sim.

Y.   E o guardou?

V.   Não. É um jornal imundo.

Y.   O jornalista publicou tudo o que você disse?

V.   Sim.

Y.   Vocês também estiveram na televisão, não?

V.   O pequeno Jakov, uma vez.

Y.   E você?

V.   Não. Não aceitei.

Y.   Eles tentaram?

V.   E como! Uma vez toda uma equipe de Sarajevo veio para nos entrevistar e não quisemos. Ficamos escondidos na casa de Jakov e não quisemos sair. Eles ficaram rondando a casa. Pedi­ram que fôssemos à janela, em vão.

Y.   Você se lembra quem era o diretor da equipe

V.   Uma tal de Dubravka Kenic. Era a mais insistente.

Y.   E o que conseguiu?

V.   Nada. Quando viram que não adiantava, se mandaram.



Artigo Visto: 3818