medjugorjebrasil




Entrevistas
  • Voltar






17/12/12
30. SUAS ORAÇÕES E CANTOS PREFERIDOS



30. SUAS ORAÇÕES E CANTOS PREFERIDOS

 

Yanko -      Às vezes, a Virgem canta com vocês. Vocês já contaram isso e você anotou nos seus cadernos.

Vicka - Sim. Principalmente no começo, quando ela nos aparecia lá em cima, em Podbrdo. Mas quando ela vem aqui embaixo, na aldeia, participa ainda mais.[1]

Y.   O que me interessa (talvez aos outros também) é saber que orações a Santa Virgem prefere.

V.   Ela recita as mesmas orações que a gente. Exceto a Ave-Maria.

V.   Ela nunca rezou essa oração?

V.   Nunca, nunca!

Y.   E o que ela faz enquanto vocês rezam a Ave-Maria?

V.   Sorri. Felicíssima.

Y.   É ela quem começa as orações?

V.   Sim, quase sempre. Atualmente ela tem feito isso todos os dias.

Y.   E que orações ela recita?

V.   Há alguns dias, no fim da aparição, ela reza o Pai-Nosso e o Glória.

Y.   Ela tem alguma oração predileta?

V.   Talvez o credo. Ela sempre o reza com muito entusiasmo. E nos pede que nós e o povo também o rezemos frequentemente.

Y.   Talvez no lugar daqueles que não creem...

V.   Naturalmente. Ela nos diz isso a toda hora.

Y.   Mais um detalhe é estranho. No começo de cada aparição, vo­cês começam a recitar em voz alta ao menos o Pai-Nosso e quando a Santa Virgem aparece vocês se ajoelham e começam o diálogo (inaudível para nós) com Nossa Senhora. Depois deste diálogo vocês voltam a dizer de modo audível: “Que estais no céu”, mas nunca dizem as duas primeiras palavras des­ta oração: “Pai-Nosso”...

V.   É Nossa Senhora quem começa e nós continuamos. Como você quer que comecemos se não sabemos quando é preciso começar?

Y.   Vocês começam esta oração ao mesmo tempo, mas com uma pequena defasagem. Em geral você é a primeira a continuar o Pai-Nosso iniciado por Nossa Senhora (que eu não ouço), mas ontem foi o pequeno Jakov quem começou. Fiquei muito con­tente porque eu me perguntava se você não conduzia tudo isso. E esta dúvida me preocupava.

V.   E agora tudo se esclareceu.

Y.   E que canto Nossa Senhora prefere?

V.   “Vem, vem Senhor.” Às vezes ela mesma canta. E várias vezes durante a mesma aparição. Ela gosta também de “Ó, Cristo, em teu nome” (com melodia de John Brawn). São estes os dois cantos que ela prefere.

Y.   Quero saber mais uma coisa.

V.   Qual?

Y.   Por exemplo, quando Nossa Senhora começa um canto, como as suas vozes se afinam com a dela?

V.   Mas quem pode se afinar com sua maravilhosa voz? Sobretudo nós, os “especialistas”! Cantamos do nosso jeito. E você nos conhece. Mas ela nos escuta com prazer.

Y.   Que eu saiba, há muito tempo vocês não cantam com Nossa Senhora.

V.   É verdade. Depois que passamos a encontrá-la na igreja, não cantamos mais com ela.

Y.   Por quê?

 

V.   Não é cômodo. Nem nós nem ela começamos a cantar. Quase sempre, quando estamos com ela, rezamos na igreja e é em­baraçoso cantar.

Y.   E os que estão em volta de vocês, escutam quando rezam ou cantam com Nossa Senhora?

V.   Você sabe. Todo mundo ouve quando rezamos e cantamos com Nossa Senhora. Mas só nós a ouvimos.

Y.   Diga-me qual é a atitude da Santa Virgem durante a oração?

V.   Sempre de pé.

Y.   E seus braços?

V.   Abertos. Algumas vezes as mãos postas enquanto rezamos o Glória.

Y.   E durante o Pai-Nosso?

V.   As mãos ligeiramente abertas e as palmas voltadas para fora.

Y.   Por quê?

V.   Já perguntamos, mas ela não respondeu.

Y.   E quando ela canta com vocês?

V.   Os braços ficam abertos.

Y.   E como Nossa Senhora canta?

V.   Impossível dizer. É preciso escutar. É angelical. Mas esta pala­vra ainda não diz tudo. Ouvi os anjos do céu. Mas Nossa Se­nhora é Nossa Senhora.

Y.   Que canções ela sabe cantar?

V.   Frei, isso não é pergunta que se faça! A Santa Virgem sabe tudo o que deve saber.

Y.   Que língua ela fala?

V.   Conosco, croata.

Y.   E a voz?

V.   É um canto maravilhoso. Não há palavras para definir.



[1]   1º de julho de 1981.



Artigo Visto: 1762