Documento sem título
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • angular carousel
  • 17
Documento sem título


Testemunhos










Clique na imagem para ampliar.



Testemunho de nossa peregrina Vanessa Bitú
Postado em: 14/07/11 às 13:15:34



Medjugorje é o local onde o Céu toca a Terra mesmo. Esperei exatamente 20 anos para ir lá e a minha chegada na casa da Mãe foi uma emoção somente comparada ao nascimento dos meus filhos. Quando a guia, nossa querida Catarina, disse que havíamos chegado lá, eu só chorava e dizia: “ Mãezinha, Mãezinha, eu estou na tua casa.” Só que logo descobri que Medjugorje é a NOSSA casa também, pois nós peregrinos conseguimos em poucos instantes  andar pela cidade, descobrir coisas como se por lá já estivéssemos há muito tempo. Coisa de casa materna mesmo!

Pedi autorização do trabalho para viajar, mas eu não estava de férias. Portanto, cheguei em Medjugorje preocupada com meus afazeres. E muito mais preocupada com os meus três filhos pequenos que eu deixei no Brasil com o meu marido; sem falar do marido que ainda era reticente com as aparições apesar de ser devoto da Mãe Rainha e ficou achando que eu estava perturbada em viajar a metade do mundo para visitar Nossa Senhora. De propósito, saí de casa e deixei o livro Medjugorje Urgente acima da televisão...

No primeiro telefonema para o Brasil, fiquei sabendo que dois dos meus filhos estavam doentes e que o mais novo estava tomando soro numa clínica. Lembrei da Medalha Milagrosa que trago sempre na bolsa e uso nos meus filhos quando estão doentes. Essa devoção me acompanha há 12 anos e sempre passo a medalha para outra pessoa em dificuldade, ao mesmo tempo sempre recebo outras inexplicavelmente. Lamentei não ter deixado a medalha no Brasil com a babá deles.

 Nesse momento de fraqueza, senti uma força estranha e decidi acompanhar o grupo na subida da Colina das Aparições. Fui contrita, calada e disse assim: “Mãe do Céu, sou uma apaixonada por ti, esperei 20 anos para chegar aqui e preciso de conversão. Cuida dos meus filhos enquanto eu cuido do Teu.” Subi a colina meditando os mistérios gozosos, no 3º mistério (nascimento do Menino Jesus) havia uma linda criança italiana orando na estação e todos os fiéis acompanhando. Parei, orei com eles entregando os meus meninos ao Menino Jesus e senti a inspiração divina para deixar as cartas que meus amigos haviam enviado debaixo de umas pedras que havia ali perto no local onde Nossa Senhora apareceu à Marija no 2º dia pedindo PAZ, PAZ, PAZ.

Que paz me invadiu, que tranqüilidade nunca sentida antes em minha vida. Parecia que eu estava no céu onde nada nos aflige. O grupo chegou ao topo e foi orar diante da imagem de Nossa Senhora Rainha da Paz. Andei um pouco mais porque uma cruz me atraia fortemente. Fui até à cruz orando fervorosamente pela conversão do mundo, pela paz, pela santificação do clero e pelas famílias do mundo inteiro. Ao abraçar a cruz chorando, olhei para o chão e esperando por mim estava uma Medalha Milagrosa dessas que me acompanham há mais de uma década.

Entendi na hora que a Gospa falava comigo: os meus filhos estariam para sempre bem cuidados. Depois tive a confirmação que naquela manhã a febre dos meninos passara repentinamente não sentiram mais nada enquanto eu estava fora cuidando das coisas do Filho da Rainha.

A história não parou por aí. Guardei a nova medalha e passei a minha medalha mais antiga para uma senhora do grupo que estava tendo dificuldades familiares; inexplicavelmente, durante a peregrinação recebi mais duas medalhas em Medjugorje de outra peregrina e da dona de uma loja. Recebi cada medalha como uma ordem divina para espalhar essa devoção.

É assim que a Mãe fala conosco, lá ela se deixa tocar por nós e por mais que expliquemos, só quem já foi à Medjugorje consegue entender como é isso. Entendi que enquanto a minha dedicação for o Reino de Deus, enquanto eu deixar a Gospa cuidar das minhas preocupações para dedicar-me às intenções Dela, A Palavra de Deus estará se cumprindo em minha vida: “Buscai PRIMEIRO o reino de Deus e à Sua Justiça e as outras coisas vos serão acrescentadas.” É essa palavra que Ela pede que meditemos às quintas-feiras. Fez todo o sentido na minha vida!

Mas que acréscimo! Ao chegar ao Brasil, muitas questões pendentes em minha vida estavam resolvidas, outras se encaminhando para uma resolução e meu marido havia lido o livro que eu deixara sobre Medjugorje acima da televisão. Resultado: quer visitar Medjugorje e está organizando um terço comunitário aqui em casa para trabalhar pela Gospa também.

A PAZ DE JESUS E O AMOR DE MARIA SANTÍSSIMA ESTEJAM COM VOCÊS E INVADA AS VOSSAS VIDAS!

 

Vanessa Bitú – Juazeiro do Norte/CE

Email: vanessanilobitu@gmail.com









Visitas Únicas Hoje: 278 - Total Visitas Únicas: 3268979 - Usuários Online: 27
 
© Copyright 2005- 2019 - www.medjugorjebrasil.com - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por www.espacojames.com.br
 
Site Meter