Documento sem título
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • angular carousel
  • 17
Documento sem título


Mensagens N. Sra










Clique na imagem para ampliar.



MENSAGENS DE 1982
Postado em: 03/10/08 às 22:43:14



1982

 

4 de janeiro

“Se quereis ser felizes, habituai-vos a uma vida simples e humilde. Rezai muito e não vos preocupeis demais sobre os vossos problemas: deixai-os para Deus resolver e abandonai-vos a Ele!”

 

21 de janeiro

“Rezai e jejuai para que entre os sacerdotes reine a paz!”

 

25 de janeiro

“Comovem-me muito as vossas orações, especialmente a vossa reza diária do Rosário.”

 

2 de fevereiro

“Quereria que a festa em honra da Rainha da Paz fosse celebrada no dia 25 de junho. Propriamente naquele dia, as crianças, os fiéis vieram pela primeira vez na colina.”

 

8 de fevereiro

“Vós me pedis o sinal  para que se creia sobre a minha presença. O sinal virá. Mas vós não tendes necessidade dele: vós mesmos deveis ser um sinal para os outros!”

 

10 de fevereiro

“Rezai, rezai, rezai! Crede firmemente, confessai-vos com regularidade e comungai-vos. È este o único caminho da salvação.”

 

16 de fevereiro

“Sede sempre alegres!” Em seguida a Virgem entoou sorrindo o canto “Cristo, no teu nome” e desapareceu.

 

19 de fevereiro

“Acompanhai atentamente a Santa Missa. Sede disciplinados e não converseis durante a Santa Missa.”

 

23 de fevereiro

“A uma vidente que lhe pergunta como cada religião tem o próprio Deus, a Virgem respondeu:  Há um só Deus e em Deus não há divisão. Sois vós que haveis criado a divisão religiosa no mundo. E entre Deus e os homens há um único mediador da salvação: Jesus Cristo. Tende fé nele!

 

25 de fevereiro

“A uma vidente que lhe pergunta se todas as religiões são boas, Nossa Senhora responde:  Em todas as religiões há o bom, mas não é a mesma coisa professar uma religião ou outra. O Espírito Santo não age com igual poder em todas as comunidades religiosas.”

 

 

 

 

1 de março

“Se soubésseis o quanto eu vos amo, choraríeis de alegria! Filhos queridos, se alguém vier a vós e vos pedir alguma coisa, vós lha dais. Eis: também eu estou diante dos vossos corações e bato, mas muitos não se abrem. Eu quero todos vós para mim, mas muitos não me aceitam. Rezai para que o mundo acolha o meu amor!”

 

2 de março

“Quando vós sofreis por uma causa justa, as bênçãos divinas serão sempre mais abundantes para vós.”

 

4 de março

“Anjos meus, não tenhais medo de nada, porque eu estou sempre junto de vós e vos protejo. Qualquer problema que haveis, chamai-me e eu irei imediatamente a vós e vos ajudarei a resolver as dificuldades do melhor modo possível.”

 

8 de março

“Antes de começar a Via Sacra, rezai sempre o Creio.”

 

15 de março

“Levai-me a sério! Quando Deus se manifesta ao mundo não o faz por brincadeira, mas para dizer coisas sérias.”

 

11 de abril

“É necessário forma os grupos de oração e não somente nesta paróquia. Os grupos de oração são necessários em todas as paróquias.”

 

 14 de abril

“Deveis saber que o demônio existe. Ele um dia se apresentou diante do trono de Deus e pediu permissão para tentar a Igreja por um certo período com a intenção de destruí-la. Deus permitiu ao demônio de pôr a Igreja à prova por um século, mas acrescentou: ‘Tu não a destruirás!’ Este século no qual vós viveis está sob o poder do demônio, mas,  quando se realizarão os segredos que eu vos foram confiados, o seu poder será destruído. Agora mesmo ele já começa a perder o seu poder e por essa razão ele tornou-se ainda mais agressivo: destrói os casamentos,  levanta discórdias entre as almas consagradas, causa  possessão e provoca homicídios. Protegei-vos, pois, com o jejum e a oração, sobretudo com a oração comunitária. Carregai convosco objetos bentos e colocai-os também em vossas casas. Retomai o uso da água benta!”

 

17 de abril

“Estas minhas aparições aqui em Medjugórie são as últimas para a humanidade. Apressai-vos em converter-vos!”

 

21 de abril

“Quando alguém vos causar  dificuldades, não tenteis vos defender, mas ao contrário rezai.”

 

 

26 de abril

“Tantos, que se dizem crentes, não rezam mais. A fé não pode manter-se viva sem a oração.”

 

2 de maio

“Vim chamar o mundo para a conversão pela última vez. Em sequência não aparecerei mais sobre a terra, estas são as minhas últimas aparições.”

 

14 de maio

“Os inimigos do Papo querem assassiná-lo, mas eu o protegerei.”

 

20 de maio

Na terra vós estais divididos, mas sois todos meus filhos. Muçulmanos, ortodoxos, católicos, todos são iguais diante do meu Filho e de mim. Sois todos meus filhos! Isto não significa  que todas as religiões são iguais diante de Deus, mas os homens sim. Não basta, porém, pertencer à Igreja Católica para estar salvos: é necessário respeitar a vontade de Deus. Também os não católicos são criaturas feitas à imagem de Deus e destinadas alcançar um dia a salvação se vivem seguindo retamente a voz da própria consciência.  A salvação é oferecida a todos, sem exceção. Perdem-se somente aqueles que negam deliberadamente a Deus. A quem pouco foi dado, pouco lhe será pedido. A quem foi dado muito, muito lhe será pedido. Somente Deus, na sua infinita justiça, estabelece o grau de responsabilidade de cada homem e pronuncia a sentença final.”

 

25 de junho

“Rezai e jejuai!”

 

20 de julho

“No purgatório há tantas almas e entre estas também pessoas consagradas a Deus. Rezai para elas pelo menos sete Pai Nossos, sete Aves Maria, sete Glórias e o Creio.  Vo-lo recomendo. Muitas almas estão no purgatório há muito tempo, porque ninguém reza por elas. No purgatório há diversos níveis, os mais baixos estão próximos do inferno, no entanto aqueles mais elevados se aproximam gradualmente do paraíso.” 

 

21 de julho

“Queridos filhos! Convido-vos a rezar e jejuar pela paz no mundo. Vós tendes esquecido que a oração e o jejum podem afastar também as guerras e em fim interromper as leis naturais. O melhor jejum é aquele a pão e água. Todos, com exceção dos doentes, devem jejuar. As esmolas e as obras de caridade não podem substituir o jejum.”

 

24 de julho

“No instante da morte se deixa a terra em plena consciência: aquela que temos agora. No instante da morte  se está consciente da separação da alma do corpo. É erro ensinar às pessoas que se renasce mais vezes e que a alma passa por diversos corpos. Nasce-se uma única vez e depois da morte o corpo se decompõe e não reviverá mais. Todo o homem em seguida receberá um corpo transfigurado. Também aquele que não fez muitos males durante a vida terrena pode ir direto ao céu se no fim de sua vida se arrepende sinceramente de seus pecados, se confessa e comunga.”

25 de julho

“Hoje muitos vão ao inferno. Deus permite que os seus filhos sofram no inferno porque  cometeram culpas gravíssimas e imperdoáveis. Aqueles que vão ao inferno não possuem mais possibilidade de conhecer uma melhor sorte. As almas dos condenados não se arrependem e continuam a rejeitar a Deus. E ali o maldizem mais ainda do que faziam antes, quando estavam na terra. Tornam-se parte do inferno e não desejam ser libertadas daquele fogo.”

 

6 de agosto

“Precisa-se exortar as pessoas a confessar-se todos os meses, sobretudo na primeira sexta-feira ou no primeiro sábado do mês.  Fazei isto que vos digo! A confissão mensal será um remédio para a Igreja Ocidental. Se os fiéis se confessarem uma vez por mês, rapidamente regiões inteiras podem ser curadas.”

 

8 de agosto

“Meditai todos os dias sobre a vida de Jesus e sobre a minha vida, rezando o Rosário.”

 

12 de agosto

 “Rezai! Rezai! Quando vos digo esta palavra vós não a compreendeis. Todas as graças estão a vossa disposição, mas podeis recebê-las somente através da oração.”

 

18 de agosto

“Pela cura dos doentes é necessário uma fé constante, uma oração perseverante acompanhada da oferta de jejuns e sacrifícios. Não posso ajudar aqueles que não rezam e não fazem sacrifícios. Também aqueles que não estão bem de saúde devem rezar e jejuar pelos doentes. Quanto mais credes firmemente e jejuais pela mesma intenção de cura, tanto maiores serão a graça e a misericórdia de Deus. É bom rezar impondo as mãos sobre seus doentes e também ungi-los com o óleo bento. Nem todos os sacerdotes tem o dom de cura: para despertar este dom o sacerdote deve rezar com perseverança, jejuar e crer firmemente.”

 

31 de agosto

“Eu não disponho diretamente das graças divinas, mas obtenho de Deus tudo aquilo que peço com a minha oração. Deus tem plena confiança em mim. E eu intercedo as graças e protejo de modo particular aqueles que se consagraram a mim.”

 

2 de setembro

“Apressai-vos em converter-vos! Quando se manifestará sobre a colina o sinal prometido, será muito tarde. Este tempo de graça constitui para vós uma grande possibilidade para vos converter e aprofundar a vossa fé.”

 

7 de setembro

“Antes de toda festa litúrgica preparai-vos com a oração e o jejum a pão é água.”

 

9 de setembro

“Além da sexta-feira, jejuai a pão é água em um outro dia da semana em honra ao Espírito Santo.”

16 de setembro

“Queria dizer também ao Sumo Pontífice a palavra que tenho vindo anunciar aqui em Medjugórie: Paz, paz, paz! Desejo que ele a transmita a todos. A minha mensagem particular para ele é de reunir  todos os cristãos com a sua palavra e a sua pregação e de transmitir aos jovens aquilo que Deus lhe inspira durante a oração.”

 

20 de setembro

“Para se obter a graça, a coisa mais importante é crer firmemente, rezar todos os dias com a mesma intenção e jejuar na sexta-feira a pão e água.  Para a cura dos doentes graves, rezai mais e jejuai mais.”

 

25 de setembro

“O Santo Padre continua a ser incansável e corajoso anunciador da paz e do amor.  Ele se sente sempre o pai espiritual não somente dos católicos mas de todos os homens.”

 

10 de outubro

“Muitas pessoas baseiam a sua própria fé de como se comportam os sacerdotes.  Se o sacerdote não se assemelha à sua grandeza, então dizem que Deus não existe. Não se vai à Igreja para ver como age o sacerdote ou para indagar a sua vida particular. Vai-se à Igreja para rezar e escutar a Palavra de Deus que vem proclamada através do sacerdote.”

 

2 de novembro

“As almas do purgatório esperam as vossas orações e os vossos sacrifícios.”

 

12 de novembro

“Não andeis em busca de coisas extraordinárias, mas ao contrário  pegai o Evangelho, lede-lo e tudo vos será claro.”

 

23 de dezembro

“Todos os segredos que tenho confidenciado se realizarão e também o sinal visível se manifestará.  Mas não espereis este sinal para satisfazer a vossa curiosidade. Este, antes do sinal visível, é um tempo de graça para os que crêem. Por isso convertei-vos e aprofundai-vos na vossa fé. Quando vier o sinal visível, para muitos será tarde demais.”

 

 

 

 

 

 









Visitas Únicas Hoje: 321 - Total Visitas Únicas: 3185062 - Usuários Online: 29
 
© Copyright 2005- 2018 - www.medjugorjebrasil.com - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por www.espacojames.com.br
 
Site Meter