Documento sem título
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • angular carousel
  • 17
Documento sem título


Artigos










Clique na imagem para ampliar.



MEDJUGORJE e a POSIÇÃO DA IGREJA (2013)
Postado em: 17/11/13 às 21:17:11



MEDJUGORJE e a POSIÇÃO DA IGREJA (2013)

Escrevi esse ARTIGO, que fará parte dos esclarecimentos da nova Edição do livro: MEDJUGORJE: Superpotência da Misericórdia Divina, que pretendemos relançar em 2014. Oremos!

 

ESCLARECIMENTO – sobre MEDJUGORJE e a POSIÇÃO DA IGREJA a respeito das alegadas aparições.

Diante de fatos recentes, que parecem colocar em DÚVIDA as alegadas aparições e mensagens da GOSPA, em Medjugorje (Herzegovina), SERVOS da RAINHA esclarecem alguns pontos importantes (10) a  SABER e RECORDAR:

 

1– NENHUMA suposta aparição – ainda que tenham sido “aceitas” pelo Vaticano ou pelas Conferências Episcopais dos Países onde ocorreram OBRIGAM ninguém a crer nelas. NÃO SÃO DOGMAS DE FÉ, e nenhum católico comete pecado por não acreditar nas assim consideradas “revelações privadas”.  Ao contrário, TODOS DEVEMOS CRER na REVELAÇÃO PÚBLICA, relatada nos Evangelhos, que se encerrou com a morte do apóstolo João.

 

2– Quanto às mariofanias alegadas em MEDJUGORJE, ainda estão em estudo pelas autoridades competentes, não tendo sido até o momento APROVADAS e muito menos CONDENADAS, após 32 anos do início das alegadas aparições.

 

3– A Conferência Episcopal Jugoslava (CEJ), na época responsável pelo caso – declarou em  10 de ABRIL de 1991 que “Os bispos têm seguido os acontecimentos de Medjugorje  desde o  início, através do Bispo da diocese (Mostar), da Comissão nomeada pelo Bispo (Mostar) e da Comissão da Conferência Episcopal da Iugoslávia em Medjugorje. Com base aos dados atuais, não se pode dizer que tais aparições e revelações sejam de origem sobrenatural (Non constat de supernaturalitate). No entanto, a multidão de fiéis que vêm a Medjugorje de todo o mundo, motivado pela fé e motivados por outras razões, têm uma real necessidade de atenção e cuidado pastoral da parte do bispo diocesano e, com ele, até mesmo de outros bispos, para que Medjugorje como em tudo aquilo que Medjugorje inspira, sendo incentivados por uma saudável devoção à Santíssima Virgem em relação à doutrina da Igreja. Para este fim, os bispos aprovarão apropriadas diretivas de caráter litúrgico-pastoral. Ao mesmo tempo seguirão,  através das comissões, a atualização e a investigação dos acontecimentos de Medjugorje." 


Torna-se necessário esclarecer que existem, para a definição sobre alegadas aparições no mundo 3 opções:

 

A-     Constat de supernaturalitate (certifique-se que existe o sobrenatural - fórmula  positiva)

B-     Constat de non supernaturalitate (certifique-se que não existe sobrenatural - fórmula negativa) 

C-     Non constat de supernaturalitate (não há certeza que é sobrenatural -  fórmula da dúvida)

 

O Fenômeno MEDJUGORJE encontra-se no terceiro caso, portanto em DISCUSSÃO, EM ABERTO.

Em uma DECLARAÇÃO oficial em 1998, em resposta ao Senhor Bispo Gilbert Aubry, 
de Saint-Denis de la Reunion (França) sobre a questão, o então Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário da Congregação para a Doutrina da Fé respondeu o seguinte:

 

“...Este escritório no que diz respeito à credibilidade das aparições "em questão”, se limita simplesmente ao que foi emanado pelos bispos da ex-Jugoslávia, na Declaração de Zara em 10/04/1991...

Após a divisão da Iugoslávia em diferentes nações independentes, esses fenômenos são da responsabilidade dos membros da Conferência Episcopal da Bósnia-Herzegovina. Esses podem reabrir o assunto em questão e emitir, se o caso assim o exigir, novas demonstrações. 
Aquilo que o Bispo Peric (atual bispo de MOSTAR, responsável por  MEDJUGORJE ) disse em uma carta ao secretário-geral da "Famille chrétienne", ou seja que "A minha convicção e posição não è somente que  as aparições ou revelações de Medjugorje não seja um fenômeno sobrenatural (fórmula dúvida), mas que seja um fenômeno não sobrenatural (fórmula negativa) " deve ser considerada expressão de uma  opinião pessoal do Bispo de Mostar, que, como Ordinário do lugar, tem todo o direito de expressar o que é e continua a ser a sua opinião pessoal. Finalmente, no que diz respeito às peregrinações a Medjugorje, que se realizam em uma maneira privada, esta Congregação considera que são permitidas desde que não sejam consideradas como uma autenticação desses acontecimentos, que continuam exigindo uma análise por parte da Igreja. “

 

Em outras palavras, desde que se dissolveu a antiga JUGOSLÁVIA, a Conferência da Bósnia-Herzegovina ficou então responsável por emitir qualquer Comunicado ou alteração de posição, mas através do Cardeal que a representa Vinko Puljic, têm sempre declarado o que a CEJ emitiu em 1991.

 

4– Por questões ADMINISTRATIVAS e porque o fenômeno MEDJUGORJE tomou proporções mundiais, o VATICANO achou por bem, para não criar conflito entre a Conferência dos Bispos da Bósnia-Herzegovina e o atual bispo de Mostar, decidiu que um parecer definitivo seria emitido pelo PRÓPRIO VATICANO. Desde então a RESPONSABILIDADE por uma DECLARAÇÃO OFICIAL passou a ser da Igreja Católica em ROMA.  Isso foi Comunicado a todos os envolvidos durante o Pontificado de Bento XVI e iniciou-se o estudo de uma NOVA COMISSÃO, agora INTERNACIONAL, para entregar um parecer ao Papa. O encerramento dos estudos, que se esperava para o ano de 2012 não aconteceu e em 2013, com a RENÚNCIA do Papa Bento não se declarou NADA sobre os estudos até então realizados. O que se sabe é que todos os videntes foram ouvidos, bem como diversas testemunhas, entre elas os padres franciscanos envolvidos no  início do fenômeno.

 

5– Desde o Pontificado de Bento XVI muitas são as “supostas indicações”  do que estaria em curso com relação a MEDJUGORJE. Falou-se, na Imprensa Leiga da elevação – pelo Vaticano – de MEDJUGORJE a Santuário Mariano, ligado diretamente à Santa Sé, mas oficialmente NADA foi dito.

 

6– Nesse ínterim, com a renúncia do Papa Bento XVI e a eleição do Papa Francisco, o primeiro Papa Latino Americano a assumir o trono de Pedro, NADA se sabe oficialmente sobre a questão. Há indicações de que o eleito, Cardeal Bergoglio era simpatizante da causa Medjugorje. Ele acolheu o padre Jozo Zovko quando em sua missão na Argentina. E acolheu ainda frei Danko Perutina (capelão da paróquia de Medjugorje) em sua missão na Argentina ano de 2012. Cardeal Bergoglio também aprovou a visita do vidente Ivan Dragicevic para dar o seu testemunho em Buenos Aires e ter uma aparição no Luna Park”. Ivan ainda visitou o Microstadium Malvinas, onde atraiu cerca de 5.500 pessoas em 4 de março de 2013, pouco antes da eleição de Bergoglio como o novo Papa.

 

7- Enquanto a COMISSÃO VATICANA trabalha para dar um parecer, agora não mais ao Papa Bento XVI (emérito), mas ao atual Papa Francisco, surgem rumores de que o VATICANO desaprova MEDJUGORJE e isso por causa de dois recentes episódios:

 

A-   O Cardeal atualmente responsável pela Congregação para a DOUTRINA DA FÉ, Mons. Gerhard L. Muller, em carta de 21 de Outubro de 2013 chama a atenção dos bispos americanos para a presença de Ivan Dragicevic em algumas visitas às Paróquias locais e adverte que “Com base na investigação que tem sido feita, não é possível afirmar que houve aparições ou revelações sobrenaturais.  Segue-se, portanto, que os clérigos e os fiéis não estão autorizados a participar de reuniões, conferências e celebrações públicas, durante as quais a credibilidade de tais “aparições” seria tomada como garantida.” Ressalte-se aqui duas questões, a de que tais visitas NÃO DEVEM ter caráter público, ou seja, ter o apoio “oficial” da Igreja na pessoa de seus bispos e o fato de NÃO SE TER em conta as aparições como JÁ APROVADAS. Isso remete à DECLARAÇÃO DE 1991 e não representa nenhuma novidade. Cabe a todos os católicos que foram ou crêem em MEDJUGORJE acatar a decisão e enquanto esperam uma DECISÃO FINAL, podem ou não crer, mas de forma privada, jamais OFICIAL.

B-    – O Papa, em Missa celebrada na Casa Santa Marta em 14 de Novembro de 2013, ao comentar as leituras da Missa do Dia, que falavam da Sabedoria de Deus e do seu Reino disse, entre outras coisas: “A curiosidade nos impulsiona a querer perceber que o Senhor está aqui ou ali, ou nos faz dizer: Eu conheço a uma vidente, uma vidente que recebe cartas da Virgem, mensagens da Virgem.” E o Papa comentou: “Porém, vejam vocês, a Virgem é Mãe! Nos chama a todos nós. Não é uma encarregada de oficina de correios, que envia mensagens todos os dias.“ Certamente com isso o Papa não quis desacreditar esta ou aquela suposta aparição, mas ADVERTIR sobre a curiosidade mórbida de algumas pessoas em relação a videntes e suas supostas “revelações”. Alertou, sem dúvida, para a PRUDÊNCIA comum nesses casos na Igreja. É de se supor que o Papa não se refira a um caso específico, como MEDJUGORJE, mas a tantos casos que são noticiados a cada dia pelo mundo e que são muitas vezes infundados e mais provocam CURIOSIDADE e ESCÃNDALO que conversão sincera. Essa reflexão não pode ser separada do contexto das leituras do dia, em que se fala, no Evangelho de que “O Reino de Deus não vem de maneira ostensiva, mas nos corações”, e não se pode dizer: “Está aqui, está ali.”

 

8- Os que atacam MEDJUGORJE o fazem muitas vezes sem conhecimento algum dos fatos, baseados em notícias distorcidas e desconhecem toda a problemática que esse assunto envolve. Cabe lembrar que qualquer “revelação privada”, embora possa ser útil em determinada situação e período histórico na vida da Igreja, em NADA acrescentam aos ensinamentos de JESUS e NADA acrescentam ao que está definido pela Igreja como o DEPÓSITO DA FÉ. Quando se trata de revelação com teor de VERDADE, são conselhos práticos, como o pedido de ORAÇÃO, JEJUM, PENITÊNCIA, CONVERSÃO, todos amplamente em consonância com o Evangelho e o ensinamento da Igreja. Mensagens estranhas, contrárias à moral ou a fé NÃO PODEM VIR DE DEUS, da Virgem ou de seus santos, podendo ser fruto de mente doentia (às vezes bem intencionada) e até fruto do Maligno.

 

9– Mensagens aceitas pela Igreja – nunca APROVADAS - como se diz, podem ter ainda nelas fatores humanos, já que Deus não retira a LIBERDADE humana da pessoa que recebe essa ou aquela mensagem. Muitas vezes nelas se misturam os sentimentos e desejos da pessoa humana, corrompida pelo pecado original. Podemos citar como dignas de respeito e atenção algumas mariofanias comoGUADALUPE (México-1531), LOURDES (França-1858), FÁTIMA (Portugal-1917), BANNEUX (Bélgica-1933), mais conhecidas no mundo atual, quer pela urgência dos apelos feitos pela Virgem, quer pela devida atenção que a Igreja dá a esses casos.

No entanto, algumas outras, como BETÃNIA (Venezuela-1976), SAN NICOLAS (Argentina-1983/1990) e tantos outros casos, são aceitos em nível Diocesano e alcançaram divulgação em nível NACIONAL ou mesmo INTERNACIONAL, sem que, no entanto o Vaticano tenha se envolvido diretamente no estudo dos casos, cabendo ao bispo diocesano do local a devida análise e interpretação, bem como o direcionamento do culto no local.

Outras, como AKITA (Japão-1973) e KIBEHO (Rwanda-África-1981/1989) tiveram além da aprovação Diocesana, também o aval e a chancela do VATICANO através da Congregação Para a Doutrina da Fé. Outras, como GARABANDAL (Espanha-1961/1965)não tiveram aceitação pelo bispo local e até certa rejeição, por causa do teor das mensagens e da complexidade dos fenômenos envolvidos (como segredos futuros), mas atualmente têm certa permissão de divulgação e permissão para culto privado no local (não oficial).

 

10– O fenômeno MEDJUGORJE, como sabemos, ultrapassou as fronteiras da Ex-Jugoslávia e espalhou-se pelo mundo todo. Centenas de milhares de peregrinos de todo o mundo vão a MEDJUGORJE, de forma privada e voltando a seus Países estabelecem grupos de Oração nos moldes da Paróquia, com Adoração ao Santíssimo, Reza do Santo Rosário, etc... Em conexão com as mensagens de FÁTIMA (única citada pela Virgem), acredita-se que seja o cumprimento das profecias de FÁTIMA, com o TRIUNFO do CORAÇÃO DE MARIA, ali profetizado a quase cem anos. Além dos alegados sinais e curas atribuídas, há o caso dos SEGREDOS, que envolvem o futuro, não só de MEDJUGORJE, mas da IGREJA e do MUNDO todo, conforme dizem os videntes. Três deles (Vicka, Ivan e Marija) têm visões diárias e os outros três anualmente. Além disso MIRJANA, que não têm mais as aparições diárias recebe mensagens nos dias 02 de cada mês, quando a Virgem vem para rezar “pelos que ainda não conhecem o amor de Deus”. É um fenômeno COMPLEXO, que foge à alçada Diocesana e por isso caberá ao VATICANO dar um parecer. Espera-se para o ano 2014 uma decisão, que provavelmente NÃO fugirá do que foi dito até agora. Não será aprovada (talvez reconhecida como local de culto e como SANTUÁRIO MARIANO Internacional) e com certeza também não será condenada, uma vez que após 32 anos se veem bons e duradouros frutos espalhados pelo mundo todo. A PRUDÊNCIA da Igreja, que é Mãe e Mestra certamente esperará pela realização dos segredos e dos acontecimentos proféticos futuros para se manifestar a respeito. Enquanto isso as pessoas que ali estiverem em espírito de ORAÇÃO e SINCERIDADE serão acolhidas pastoralmente enquanto se aguarda uma DECISÃO que poderá levar ainda muitos e muitos anos, não antes que tenham sido encerradas as alegadas aparições. Cabe aos devotos da RAINHA DA PAZ (GOSPA) orar com fé e esperar, enquanto procuram orientar-se pelas sábias decisões da Mãe Igreja, que vela pela FÉ DOS CRENTES!

 

 

Dimas Miguel, por Servos da Rainha EMAIL: servos.da.rainhadapaz@hotmail.com

Autor do livro -  MEDJUGORJE: Superpotência da Misericórdia Divina.

 

Temos poucos exemplares deste livro disponíveis. Ele já se encontra esgotado no fornecedor. Clique abaixo para adquiri-lo:

https://www.lojamedjugorje.com.br/produto/livro-medjugorje-superpotencia-da-misericordia-de-deus-historia-testemunhos/

 

 

 

 

 







 
© Copyright 2005- 2020 - www.medjugorjebrasil.com - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por www.espacojames.com.br
 
Site Meter